GRANDCHILDREN

GRANDCHILDREN

♥ GRANDCHILDREN ♥

♥ GRANDCHILDREN ♥

REMARKABLE PEOPLE



FERNANDO PESSOA

(Lisboa, 1888 - 1935, Lisboa)


"Não sou nada.
Nunca serei nada.
Não posso querer ser nada.
À parte isso, tenho em mim todos os sonhos do mundo.


************
"I am nothing.
I will never be anything.
I cannot want to be anything.
Apart from that, I have in me all the dreams in the world."

or...

"I am not nothing.
I will never be nothing.
I cannot want to be nothing.
Apart from that, I have in me all the dreams in the world."


(Álvaro de Campos in "Tabacaria")




LISBOA - Chiado

LISBOA - Chiado
"Fernando Pessoa" by Lagoa Henriques. The place: "Café A Brasileira" (Brazilian Café) - 1905.

PLAYLIST TODAY




MUSIC IS THE PASSION REPORT



♥ ♥ ♥


GUITARS



Sep 10, 2016 - 06:13





ADAM LEVINE + PATRICK MONAHAN - PURPLE RAIN [PRINCE]



YouTube – "The Howard Stern Show"





ANN & NANCY WILSON (HEART) - STAIRWAY TO HEAVEN [LED ZEPPELIN]



YouTube – "The Kennedy Center"





PRINCE, TOM PETTY, STEVE WINWOOD, JEFF LYNNE, DHANI HARRISON & OTHERS - WHILE MY GUITAR GENTLY WEEPS [GEORGE HARRISON]



YouTube – "Rock & Roll Hall of Fame"





ERIC CLAPTON - RIVER OF TEARS



YouTube – "slunky08"





JEFF BUCKLEY - HALLELUJAH [LEONARD COHEN]



YouTube – " Danielle Katsav's Channel"





XUTOS & PONTAPÉS - HOMEM DO LEME



YouTube – "NoSa7"







_____________________


LEANING INTO THE AFTERNOONS by PABLO NERUDA

«Inclinado en las Tardes»



YouTube - "FourSeasons Productions"






CHANGING BATTERIES - OSCAR WINNING ANIMATED SHORT FILM



YouTube - "Bzzz Day"





DIALA BRISLY - A BEAUTIFUL YOUNG LADY

(a huge thanks to my daughter who e-mailed this video to me)



BBC Newsnight

«Syria is devastated by five years of war - and it's taken a huge toll on the country's children. Here's one woman - artist Diala Brisly - who is trying to make life that little bit more bearable for Syria's kids.»

Syria is devastated by five years of war - and it's taken a huge toll on the country's children. Here's one woman -...

Publicado por BBC Newsnight em Domingo, 20 de Março de 2016






A JOURNEY BACK TO ENDEARMENT

A JOURNEY BACK TO ENDEARMENT



FLYING A SECRET



I got here to hide. From equations and patterns. From repetition, after all.
Closed the door and got me a special place where I thought I could
somehow sit close to the stars. But I soon found out that the sky was
still opaque, no matter what the steps. And so I left. Again.

I thought, then, I could build me a different ceiling, a new-coloured scrap
of highness. And then make it work. Where I could dream, more than I sleep.
I have long decided that sleeping is overrated - that I know for sure. So I
take that time instead to travel the night alone and in the meantime I allow
myself to fly, unlike stated before... Yes, I like playing with paradox, to
expose the inside of words and the revelation of writing down the voice of a
silence. My adventurous, ever-walking silence.

So I came back. Here, within this quiet world, I intend to gather all my
things usually kept hidden or inactive. They are here to speak.

And since the future is a stand-by secret, I want to live by a precocious
clock, at every running instant of every entering second.

And I will not slow down until my "future exists now" - kind of reverse
quoting Jacob Bronowski.


Ana Vassalo
in my site "CAFEÍNA"(former "No Flying Allowed")
Nov 11, 2010 - 11:54



THE WALK OF TIME

THE WALK OF TIME

quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

NATAL DO CORAÇÃO



Photo by Paulo Guerrinha, "Lisbon Christmas Street Lights"




Natal do Coração


Natal é espírito em sossego.

Amo o Natal, sempre. Tem cheiro de memórias
e cor de amor. Será eternamente, para mim, aquele momento em que a casa se enche de gente, amigos, família, vizinhos, e pela noite dentro se contam histórias de pasmar, de aventura e coragem, como - recordo sempre - as dos fusileiros amigos, protagonistas de vidas fascinantes, errantes e quantas vezes engraçadas - com giboias tomadas por simpáticos troncos de árvore a sugerir um descanso, ou encontros imediatos de respeitável grau com crocodilos lá pelo lodo dos rios - que se "entrincheiravam" lá em casa a toda a hora e tornavam a nossa vida num livro de aventuras. Ou como as de todos aqueles casais que, com os filhos no colo, muitos tão longe de casa mas outros em terra própria, em união partilhavam saudade, esperança e ternura, por horas inesquecíveis. Era uma casa de toda a gente, amiga, sem fantasmas de "distinções étnicas". Foi em África que o Natal grande, solidário, preenchido, com aroma de doces e amor, se gravou para sempre no meu imaginário. Porque era menina. E para uma criança, descobrir a surpresa que traz cada presente do Menino Jesus num tal cantinho de cumplicidade, de alegria e paz, é a felicidade encantada.

Natal é também árvore bonita, enfeitada com neve de
brincar e bolas coloridas de sonhar, como as de Gedeão, mais uma Estrela Maior que do alto nos ensina mais caminhos. E é, será para sempre presépio, para mim, porque Natal é nascer.

Eu, nasço todos os Natais: mais feliz, mais crédula, menina
outra vez. E é assim que olho o mundo, que revejo todos os amigos, os meus amores de uma vida: inocentes, para sempre.

Natal é papel pintado e fitas de mil cores, restos de
confusão espalhados pela casa. É azevias, feitas pela mãe, noite adentro, porque a tradição diz que sim e ela acha que é assim que saberão mais a amor. E é acordar a meio da noite, numa inquietação de gula, filha e eu, em excursão pela cozinha, de volta à cama de prato cheio. E é um responso com sorriso disfarçado, de mãe que se depara com um matinal rasto de açúcar.

Natal é lembrar o Outro, com coração apertado e aquele nó na garganta que se instala quando constatamos que afinal não chega para, nem a todos. E foi, outras vezes, o caminho percorrido com alguns outros, de boa memória, por essas frias ruas da Lisboa em Dezembro, levando, aos cantos mais escuros porque mais abrigados, a sopa quente de aconchego ou o cobertor providencial, a quem neles encontrava morada. Com a certeza final de que não era aquele o Natal de Jesus.

Natal é neve. E é calor. Neve porque o sonhamos branco. Calor porque o coração aumenta. É canção de sinos e é um beijo sentido: dado sob a árvore, ou ao ar livre do mundo.

Sou mais feliz no Natal, sim, porque tudo nasce bonito, e passa pelos meus olhos.

No sapatinho, eu só pediria uma coisa: justiça. Em todos os lugares onde está omissa.

Não sei até que ponto consigo passar-vos esta ideia de plenitude que este momento do tempo, a cada ano, me empresta. Mas é muita. É uma felicidade de criança, que bate as palmas de júbilo e ri de gargalhada solta. E é essa que quero partilhar convosco. Por mais triste que seja, como poderia considerar o meu Natal de hoje, ele é sempre o que é, grandioso e inigualável, quando cresce no coração.

Aos meus amigos queridos, a minha família bonita e amada, as crianças do mundo, os sem-abrigo, os enfermos, os idosos sem família, os "cuidadores" de doentes, os reclusos, os solitários, os esquecidos, os animais abandonados ou perseguidos e, por fim, a todos os seres que de algum modo aprenderam a esperança, eu gostaria de poder oferecer um NATAL como aquele que me vai no coração.

Beijo feliz!


Ana Vassalo

in facebook
22-12-2010 - 00:18

Origem das Imagens: Paulo Guerrinha in "lisbon-christmas-street-lights-via-webcam".

2 comentários:

  1. MINHA IRMAZINHA AMADA,
    ESTE TEXTO E' UM CANTO (de PROSA FEITO)DE ENCANTO DE AMOR E ESPERANCA PARA TODOS E...A TODOS, QUE ME ENTERNECEU PROFUNDAMENTE!

    "Eu, nasço todos os Natais: mais feliz, mais crédula, menina outra vez. E é assim que olho o mundo, que revejo todos os amigos, os meus amores de uma vida: inocentes, para sempre."
    _E' ISSO ANINHA!!!!!

    INTERIOR TRANSPARECE NO EXTERIOR!

    MUITAS DE TUAS RECORDACOES DE INFANCIA, SAO MINHAS TAMBEM, MINHA IRMA!_AS VEZES PARECEM-ME TAO PROXIMAS (ONTEM!...), OUTRAS, PARECEM-ME TAO LONGINQUAS E ESFUMADAS NA MEMORIA QUE ATE' ME INTERROGO SE TERIA SIDO EU MESMA QUE VIVI TUDO ISSO! EU, MANINHA, NAO TENHO, COMO TU TENS, A CANDURA DE SABER RENASCER A CADA NATAL! MAS...COMUNGO DE TODOS OS TEUS VOTOS PARA A INTEIRA HUMANIDADE E...NATUREZA!

    ADORO-TE MINHA IRMAZINHA PEQUENINA E...GRATA POR TAO BELO TEXTO QUE TAO BEM REVELA TEUS SENTIMENTOS!

    BEIJINHOS.
    Mana

    PS: Ja' agora, nao vejo porque tiraste esta linda MENSAGEM DE *NATAL NO CORACAO*, do FB!(?)
    FELICISSIMO NATAL PARA TI*, QUERIDA!
    *************************************

    ResponderEliminar
  2. MINHA IRMAZINHA AMADA,
    ESTE TEXTO E' UM CANTO (de PROSA FEITO)DE ENCANTO DE AMOR E ESPERANCA PARA TODOS E...A TODOS, QUE ME ENTERNECEU PROFUNDAMENTE!

    "Eu, nasço todos os Natais: mais feliz, mais crédula, menina outra vez. E é assim que olho o mundo, que revejo todos os amigos, os meus amores de uma vida: inocentes, para sempre."

    _E' ISSO ANINHA!!!!!
    TU RENASCES A CADA NATAL, MAIS SABIA, MAIS GENEROSA,AINDA! E...MAIS BELA****!_TUA BELEZA

    INTERIOR TRANSPARECE NO EXTERIOR_!

    MUITAS DE TUAS RECORDACOES DE INFANCIA, SAO MINHAS TAMBEM, MINHA IRMA!_AS VEZES PARECEM-ME TAO PROXIMAS (ONTEM!...), OUTRAS, PARECEM-ME TAO LONGINQUAS E ESFUMADAS NA MEMORIA QUE ATE' ME INTERROGO SE TERIA SIDO EU MESMA QUE VIVI TUDO ISSO! EU, MANINHA, NAO TENHO, COMO TU TENS, A CANDURA DE SABER RENASCER A CADA NATAL! MAS...COMUNGO DE TODOS OS TEUS VOTOS PARA A INTEIRA HUMANIDADE E...NATUREZA!

    ADORO-TE MINHA IRMAZINHA PEQUENINA E...GRATA POR TAO BELO TEXTO QUE TAO BEM REVELA TEUS SENTIMENTOS!

    BEIJINHOS.
    Mana

    PS: Ja' agora, nao vejo porque tiraste esta linda MENSAGEM DE *NATAL NO CORACAO*, do FB!(?)
    FELICISSIMO NATAL PARA TI*, QUERIDA!
    *************************************

    ResponderEliminar

Comentários: